ZECA DEFENDE A INDICAÇÃO DE FILIADOS DO PT PARA CARGOS FEDERAIS

O deputado federal Zeca do PT não defende que outros partidos entrem na jogada para receber cargos. Em recente visita a nossa cidade, Zeca do PT avisou que vai entrar de frente nesta briga porque entende que os mais de 40 cargos devem ficar com quem de fato apoiou a presidente em Mato Grosso do Sul.

“Os cargos devem ser entregues a quem está junto conosco e apoiou a presidente Dilma. Cargos para PMDB, PR e PDT devem ser dados nos ministérios. Aqui os cargos devem ser do partido”, defendeu o deputado.

A tese do deputado Zeca do PT não é isolada,  grande parte dos dirigentes dos diretórios no interior defende o mesmo caminho, em Água Clara é majoritária esta posição.

Até agora o Governo Federal não discutiu as nomeações para cargos nas superintendências estaduais.  Nos quatro primeiros anos de Dilma as indicações em Mato Grosso do Sul renderam polêmica, como a saída de Flávio Britto da Funasa, que foi entregue ao ex-deputado Pedro Teruel (PT). O deputado Geraldo Resende (PMDB) não gostou de ver seu indicado exonerado e passou a integrar o bloco de descontentes com a presidente em Brasília.