VEREADORES SAEM DA BASE ALIADA E CPI DA CRISE ESTÁ A UM PASSO DE SER CRIADA

Campo Grande/MS

Paulo Pedra propôs criação de CPI (Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado)
Paulo Pedra propôs criação de CPI (Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado)

Os vereadores de Campo Grande apresentaram, nesta terça-feira (5), pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar as contas da Prefeitura de Campo Grande. Houve a conquista de dez assinaturas para a proposta que partiu da oposição ao prefeito Gilmar Olarte (PP), além da saída de vereadores da base aliada.

Conforme Paulo Pedra (PDT), pacote de austeridade apresentado pelo Executivo não apresenta efeitos reais ao afetar apenas os servidores de carreira e não refletir em demissão de comissionados. Ele encaminhou o pedido para análise da Mesa Diretora, que terá 48 horas para definir a instalação ou não do procedimento.

“Nós cassamos um prefeito [Alcides Bernal] e espero que o Gilmar Olarte peça para sair, porque vai pelo mesmo caminho”, pontuou Chiquinho Telles (PSD).

Já o aliado Waldecy Chocolate (PP) e Eduardo Romero (PtdoB) pediram para sair da base aliada de Olarte. Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), buscará definição do partido para se posicionar.

Assinam o documento Paulo Pedra (PDT), Chiquinho Telles (PSD), Luiza Ribeiro (PPS), Marcos Alex (PT), Eduardo Romero (PTdoB), Thaís Helena (PT), Ayrton Araújo (PT), Waldecy Chocolate (PP), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Derly dos Reis, o Cazuza (PP). Fonte: Correio do Estado.