PROS É ACUSADO DE VENDER TEMPO DE TV PARA CAMPANHA DE DELCÍDIO

O ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido) foi citado por negociar o tempo de rádio e TV do Pros por R$ 2 milhões.

A revelação foi publicada na última edição da revista Veja, quando o ex-executivo da Odebrecht, Alexandrino Alencar, disse ter comprado tempo de cinco partidos – PP, PDT, PCdoB, PRB e Pros – por R$ 7 milhões cada para garantir maior presença de Dilma Rousseff na propaganda política, em 2014.

Os dirigentes do Pros confirmaram a negociação com Dilma e disseram ainda sobre o pagamento de R$ 2 milhões para apoiar Delcídio ao governo de Mato Grosso do Sul. O dinheiro usado foi, na prática, para comprar o tempo de rádio e TV.

Além de Delcídio, o Pros teria vendido, de acordo com a Veja, por mesmo valor, o tempo da propaganda eleitoral aos candidatos da época Marconi Perrilo (PSDB) de Goiás, Paulo Skaf (PMDB) de São Paulo, José Melo (PROS) do Amazonas,  e Anthony Garotinho (PR) do Rio de Janeiro.

“O Pros me apoiou como outros partidos me apoiaram na eleição. E o próprio Pros admitiu que não tinha nada disso. É um assunto que não tem nenhuma pertinência, nem absoluto fundamento. Estou tranquilo”, disse Delcídio. Fonte Correio do Estado.