PRESIDIÁRIO TENTA ESCONDER NA CUECA COCAÍNA RECEBIDA COMO PAGAMENTO

Instituto Penal

Presidiário do Instituto Penal de Campo Grande recebeu cocaína como pagamento para esconder telefones celulares para outro colega de prisão. O caso foi descoberto ontem (20). De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, 60 porções do entorpecente foram apreendidas na cueca de Cristian da Cunha Romero, 20 anos.

Agente penitenciário foi fechar uma cela da unidade prisional no momento em que o preso o chamou dizendo que não se sentia bem. Cristian pediu para receber atendimento e quando voltava para a cela disse ao agente que precisava pegar pertences pessoais com outros presos, em outro pavilhão.

Ele foi autorizado a pegar os supostos pertences e, antes de entrar na cela onde cumpre pena, submetido a revistas. Na cueca dele foram encontrados 60 papelotes de cocaína, dentro de um plástico transparente. A “visita” tinha sido feita para pegar a droga.

Questionado sobre o entorpecente, o preso disse que havia recebido de um colega de prisão como forma de pagamento por ter escondido dias antes quatro telefones celulares. O caso é investigado. (Correio do Estado)