PREJUÍZO DA EMBRAER AUMENTA E CHEGA A R$ 387,7 MILHÕES NO 3º TRIMESTRE

Economia

A fabricante de aviões Embraer teve prejuízo líquido atribuível a acionistas de R$ 387,7 milhões no terceiro trimestre, quase 16 vezes acima das perdas de um ano antes, de R$ 24,3 milhões. No segundo trimestre, a companhia havia registrado lucro de R$ 399,6 milhões.

No ano, de janeiro a setembro, a fabricante acumula perdas de R$ 184,2 milhões. A companhia afirma que a depreciação do real frente ao dólar no terceiro trimestre, de 56%, foi o principal fator que contribuiu para o aumento das despesas administrativas e comerciais, quando comparadas as do mesmo período do ano passado.

O resultado da empresa foi impactado por variação cambial, com a dívida líquida da companhia subindo de R$ 685,2 milhões no final do terceiro trimestre de 2014 para R$ 2,558 bilhões ao fim de setembro deste ano.

A companhia informou no balanço que mantém estimativas de desempenho financeiro para 2015. No terceiro trimestre, a Embraer disse ter entregado 21 aeronaves comerciais e 30 executivas (21 jatos leves e nove grandes). No acumulado dos primeiros nove meses de 2015, foram entregues 68 aeronaves comerciais e 75 executivas (57 jatos leves e 18 grandes).

Apesar do resultado, a companhia teve alta de 62% na receita líquida do período, para R$ 4,577 bilhões. Enquanto a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu para R$ 570,3 milhões, ante R$ 311,3 milhões um ano antes. Fonte: G1.