PREFEITURAS DE 13 CIDADES RECORREM AO ESTADO PARA ATUAR EM ESTRAGOS DE CHUVAS

Prefeitos e o secretário Marcelo Miglioli reúnem-se nesta quarta (2) em Campo Grande

Rua do bairro Pimentel, onde o asfalto feito ano passado está com defeito
Rua do bairro Pimentel, onde o asfalto feito ano passado está com defeito

Uma reunião agendada para às 10 horas desta quarta-feira (2) na sede da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) vai reunir os prefeitos de 13 cidades da região Sul do Estado, atingidas pelas chuvas nas últimas semanas.

Nesses municípios, muitos locais estão ilhados, principalmente na zona rural, e na área urbana ruas transformaram-se em crateras ou o asfalto está se esfacelando.

O volume de problemas enfrentando pelos prefeitos desses locais está dificultando as ações e o encontro deve ajudar a realizar um planejamento de emergência. O secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, participará da reunião.

A lista de cidades em situação de emergência compreende 13 localidades, entre elas Eldorado, Tacuru, Coronel Sapucaia, Juti, Mundo Novo, Paranhos, Iguatemi, Amambai, Aral Moreira, Itaquirai, Sete Quedas, Naviraí e Caarapó.

O prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), disse em entrevista ao Portal Correio do Estado que há estragos tanto na zona urbana como na rural.

Foto enviada pelo Whatsapp do Portal mostra como uma das ruas da cidade está destruída. “Tem problemas de todos os tipos. Estamos atuando agora em locais mais críticos. Na zona rural, há 12 pontos que as pessoas estão sem acesso para sair ou chegar. Na cidade sabemos que há problemas estruturais”, disse Barbosa.

Segundo ele, uma equipe da prefeitura ainda contabiliza o número de ruas com defeito e que precisam de intervenção. A região que possui mais danos está nas proximidades do bairro Pimentel. “A água está vertendo do chão. Parece que o lençol freático subiu tanto que a água está aflorando”, explicou. Fonte Correio do Estado.