PREFEITOS DISCUTIRÃO EM BRASÍLIA SOBRE RAMAL FERROVIÁRIO DESATIVADO

Sidrolândia/MS

Linha férrea em Sidrolândia foi desativada há 15 anos  (Foto: Divulgação)
Linha férrea em Sidrolândia foi desativada há 15 anos – (Foto: Divulgação)

Os prefeitos de Sidrolândia, Ari Basso, de Ponta Porã, Ludimar Novais e de Maracaju Maurílio Azambuja estarão na próxima quarta-feira (8), em Brasília, atendendo convite da Secretaria Executiva do Ministério dos Transportes para disucssão sobre o destino da esplanada ferroviária, área pertencente a Rede Ferroviária Federal. Depois da desativação, a linha férrea virou uma ”dor de cabeça” para os prefeitos destas cidades que não podem fazer nada enquanto não houver uma decisão por parte do governo Federal.

O município de Sidrolândia reivindica a área de 14,5 hectares que era usado pelo Ramal Ferroviário que esta desativado a mais de 15 anos e que atravessa todo o centro da cidade.

Segundo informações da prefeitura, uma das proposta em estudo é a de utilizar a área para construção de prédios públicos e transformar o antigo trajeto dos trilhos na área central em ciclovia e a esplanada da estação em uma orla de lazer para a comunidade.

O prefeito Ari Basso disse que o projeto está sendo elaborado e foi encomendado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS).

O Ministério dos Transportes confirmou que o encontro foi atendendo pedido do deputado federal Vander Loubet ao ex-deputado federal  Edson Giroto, hoje  secretário executivo do Ministério dos Transportes.

Além dos prefeitos e o do deputado, participarão da reunião Cacio Antonio Ramos do Ministério dos Transportes,  Paulo Simões  do Serviço de Patrimônio da União, José Luiz de Oliveira coordenador de Patrimônio do DNIT, o diretor  da América Latina Logística (detentora da concessão da ferrovia) e Daniel Rossi. Fonte: Correio do Estado.