PREFEITO SILAS SE DIZ VÍTIMA DE UMA CONSPIRAÇÃO SÓRDIDA E COVARDE PARA LHE TOMAR O PODER

Água Clara/MS

Prefeito Silas José da Silva, afastado por determinação judicial.
Prefeito Silas José da Silva, afastado por determinação judicial.

Minutos antes de viajar para Campo Grande, o prefeito Silas José concedeu entrevista ao Hojemais sobre a operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que culminou com o seu afastamento do cargo, que passa a ser ocupado pela vice Valéria Travain.

Afirmando ter recebido a operação com tranquilidade e serenidade, Silas diz que na tarde desta sexta-feira (17) iria até Campo Grande para prestar esclarecimentos no inquérito que tramita no Caego sobre a suposta compra de vereador para apoiar projeto do Executivo na Câmara Municipal.

De acordo com o prefeito, a acusação é totalmente inverídica e mentirosa e que se trata de uma conspiração perpetrada e arquitetada pelo vereador Marcelo Araújo que, segundo ele, pretende levar a eleição de 2012 para o segundo turno. “Querem o poder a todo instante e a todo preço, têm me perseguido desde o dia em que tomei posse nesta prefeitura e procuram de todas as maneiras, mais vis possíveis – e até mais covardes – pegar o poder na marra”, acusa, e completa: “se quiser pegar o poder, no ano que vem terá eleições, então que disputem e que ganhem da gente na urna, ai eu vou respeitar”.

Quanto ao que classificou de conspiração sórdida e covarde, o prefeito disse que vai dar suas explicações com tranquilidade e reclamou de ainda não ter sido ouvido. “E tudo será resolvido”

Logo após a entrevista, o prefeito seguiu para Campo Grande, segundo ele, para fazer valer o seu direito à ampla defesa ao devido processo legal e também ao contraditório. “A Justiça tem que ouvir as duas partes, não pode só ouvir a falácia do vereador Marcelo, mas também a minha versão”, finalizou. Fonte Hojemais.