POPULAÇÃO DE ÁGUA CLARA FICA SEM CASAS POPULARES. VEREADORES NÃO APROVAM A AUTORIZAÇÃO.

Água Clara/MS

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal, mais uma vez acompanhamos um festival de violação da legalidade e da constitucionalidade, fato que deixa os munícipes com um pouco de massa encefálica, preocupados.

Os vereadores da oposição, comandados pelo Vereador Marcelo Carvoeiro (PSC), rejeitaram três Projetos de Lei e aprovaram outros três, os aprovados os de número 33 e 34 que autoriza o Poder Executivo a doar imóveis do patrimônio publico e o Projeto 35 que cria critérios para a doação de lotes e normatiza o cadastramento dos interessados em habitação de interesse social.

Mas por outro lado, rejeitaram o Projeto de Lei n° 031/2015 que Autoriza o Poder Executivo Municipal a doar lotes de terreno de sua propriedade aos beneficiários de Programas de Habitação de Interesse Social. Incoerente, aprovam a normatização e critérios de cadastramento e não permite doar, isso é dar com uma mão e tirar com a outra.

Votaram contrario ao Projeto de Lei n° 032/2015 que Dispõe sobre a criação de cargos e vagas de provimento efetivo e dá outras providências. Outro fato curioso, os vereadores da oposição passaram o ano todo cobrando a realização de concurso público e depois vota contra a criação de cargos efetivos, de provimento através de concurso de provas ou de provas e títulos. Estranho não?

Finalizando rejeitaram também o Projeto de Lei n° 036/2015 que Autoriza o Poder Executivo Municipal a doar lotes de terreno de sua propriedade aos beneficiários de Programas de Habitação de Interesse Social, alegando que estes terrenos seriam doados para a caixa econômica ou para empreiteiras, na verdade este tipo de transação é comum em todas as prefeituras, a doação destes terrenos à caixa é a parte da Prefeitura no negócio, mais uma vez deram com uma mão e tiraram com outra. Fazem oposição não é ser contra, é ser a favor do povo. NFN – por Mário Oliveira.