PMDB PROCURA CANDIDATO PARA DISPUTAR PREFEITURA DA CAPITAL

As grandes lideranças do partido não querem assumir o caos da cidade

Ex-governador André Puccinelli afastou a hipótese de concorrer a Prefeitura de Campo Grande  (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado (arquivo)
Ex-governador André Puccinelli afastou a hipótese de concorrer a Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado (arquivo)

O PMDB está a procura de candidato para concorrer à Prefeitura de Campo Grande nas eleições de 2016. Sem André Puccinelli, Marquinhos Trad, Simone Tebet e Waldemir Moka no rol de prefeitáveis, o partido busca nome com duas características: alguém com capacidade de conquistar apoio de toda militância peemedebista e com densidade eleitoral suficiente para angariar votos e bater os adversários nas urnas.

“Quem será candidato? Hoje não vejo nome consistente. Pré-candidatos têm, tem a Simone Tebet, tem o Moka, que já disse que não quer, tem o Marun. E aí?”, questionou o vereador Paulo Siufi sobre os pré-candidatos  até agora elencados pela Executiva do PMDB.

Para o vereador, o primo Marquinhos Trad deveria ser escolhido, citando pesquisas que colocam o deputado estadual como favorito à sucessão de Alcides Bernal (PP). Só que Marquinhos é taxativo ao dizer que disputará a eleição do ano que vem por outra legenda. Ao mesmo tempo, enfrenta resistência das lideranças peemedebistas por tê-las criticado publicamente, por isso, dificilmente conseguira cumprir o quesito ‘agregar o partido’. Fonte Correio do Estado.