GOVERNO DEVE REAJUSTAR TABELA DO IRPF EM 4,5%

pepe_vargas
Ministro da Secretaria de Relações Institucionais Pepe Vargas

 Segundo o ministro da Secretaria de Relações Institucionais Pepe Vargas (PT) afirmou que o governo deve enviar ao Congresso nos próximos dias uma Medida Provisória propondo uma correção menor, de 4,5% na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). “O espaço fiscal que temos hoje é de (um reajuste de) 4,5%”, afirmou Vargas hoje, durante café da manhã com jornalistas setoristas do Palácio do Planalto.

A atualização das faixas do Imposto de Renda se transformou num impasse desde que Dilma anunciou, no último Dia do Trabalho, que encaminharia ao Legislativo uma proposta de reajuste de 4,5%.

CPMF

Pepe Vargas, responsável pela articulação do Palácio do Planalto com o Congresso, também disse que a recriação da CPMF – uma contribuição para o financiamento da saúde – não deve ser encampada pelo governo. “Esse debate não está posto no governo até o presente momento”, disse. Segundo ele, o pacote de aumento de impostos anunciado na segunda-feira, 19, pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, é o que está no radar do governo atualmente sobre questões tributárias.