GOVERNANTES DE ÁGUA CLARA VENDEM SONHOS NA IMPRENSA REGIONAL

Água Clara/MS

Foto Arquivo
Foto Arquivo

“Sou amigo pessoal do governador Reinaldo. E com ele no comando do Estado, muda e muito para os municípios carentes de mais obras, como Água Clara”. A frase é do prefeito Silas José ao afirmar que tem bom trânsito na governadoria para conseguir melhorias para a cidade, esta afirmação foi publicada no Site Perfilnews, de Três Lagoas.

Se um governante precisa ter relações pessoais com outro demonstra a sua incapacidade de articulação, porque relações pessoais quase sempre vem acompanhada de coisas espúrias.

Na verdade foi no Governo de André Puccinelli que Ele, obteve apoio do governo para atrair indústrias, como, por exemplo, a isenção de 95% de impostos para a instalação da Asperbras.

Para garantir a vinda da Asperbras para Água Clara, segundo Silas, a Prefeitura investiu na compra de 20 alqueires de terras para a construção da fábrica, além de ter realizado serviços de terraplanagem, entre outros serviços visando facilitar a instalação da primeira indústria de MDF (Medium Density Fiberboard – Fibra de Média Densidade), um produto ideal para a fabricação de móveis, decoração, construção, indústria gráfica, automotiva, caixas de som, publicidade, stands, maquetes, etc. Vender sonhos tem sido a grande marca da atual administração. Para os grandes o aterro é gratuito, por outro lado os munícipes pagam R$ 60,00 (sessenta reais) o caminhão de terra.

O sonho da Asperbras vem rolando desde 2013, enquanto isso na realidade do dia a dia falta remédio no Hospital, falta remédio para os idosos, atraso na entrega de cesta básica, cortes no salário dos servidores, ausência de aumento salarias, em 2014, ruas esburacadas e sujas, contratação exagerada de funcionários comissionados, mas o sonho da cidade perfeita continua na boca dos “amigos” do rei.

O Governo do Estado assinou um termo de acordo com o grupo Asperbras – Tecnologia Industrial e Agronegócios – para a construção de uma fábrica de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF e MDP) no município de Água Clara, com investimentos de R$ 304 milhões. A indústria produzirá 200 mil metros cúbicos de placas a partir de 2017.

O documento, em que o Estado garante incentivos fiscais aos empreendedores, foi assinado pelo governador André Puccinelli e a diretoria do grupo, no começo de abril do ano passado, na governadoria. A prefeitura de Água Clara é parceira no projeto, doando uma área de 500 mil metros quadrados para montagem da indústria, situada às margens da rodovia BR-262, e garantindo isenção tributária municipal.

“No primeiro ano de construção esperamos o emprego de aproximadamente mil pessoas; depois, já em operação, a indústria vai gerar cerca de 200 empregos diretos e outros 200 indiretos, com faturamento de R$ 170 milhões/ano”, assegurou Silas José.

Em uma segunda fase, a Asperbras industrializará painéis de madeiras chamados de MDF. O grupo já investe no Estado nos segmentos de pecuária e eucalipto, entre Água Clara e Naviraí, e tem unidades no Nordeste, Minas Gerais e São Paulo.

“Um evento muito importante para o Município e aumentará ainda mais a auto estima do água-clarense”, observou Silas José.

Esta foi uma das poucas frases coerente do prefeito, o povo de nossa cidade esta mesmo sem nenhuma auto estima devido ao desemprego e a quebradeira geral no comercio e no setor de serviço. Por Mário Oliveira – com informações do Perfil News.