GOVERNADOR VEM A ÁGUA CLARA NA SEXTA-FEIRA PARA AUTORIZAR CONSTRUÇÃO DA FÁBRICA DE MDF

Água Clara/MS

Maquete da fabrica que deverá entrar em operação em meados de 2017, com produção de 240 a 250 mil m³ de MDF (Foto: Reprodução)
Maquete da fabrica que deverá entrar em operação em meados de 2017, com produção de 240 a 250 mil m³ de MDF (Foto: Reprodução)

A construção do canteiro de obras da fábrica Asperbras em Água Clara, já iniciou há dez dias. Segundo Gavinho, toda a preparação ao acesso do terreno e canteiro de obras já iniciaram no dia 22 de junho. “Consideramos a obra em si tem seu início agora. Já recebemos a licença que nos permite instalar o canteiro e preparar os acessos. Acreditamos que nas próximas semanas receberemos a LI (Licença de Instalação), quando então teremos liberada toda e qualquer construção no terreno”, informou.

A fábrica será responsável pela produção de placas de madeira de média densidade (MDF e MDP) no município e terá investimentos de R$ 304 milhões.

O diretor industrial da Asperbras, Mario Gavinho mostra projeto do empreendimento que será construído em Água Clara (Foto: Ricardo Ojeda)
O diretor industrial da Asperbras, Mario Gavinho mostra projeto do empreendimento que será construído em Água Clara (Foto: Ricardo Ojeda)

A oficialização da Pedra Fundamental da Asperbras será realizada em uma cerimônia com a participação do governador Reinaldo Azambuja, no dia 10 de julho em Água Clara e o horário será a partir das 11h30. “Este momento oficializa o início da construção do canteiro de obras e os preparativos para a construção principal. Estamos trabalhando nesta fase focados nas instalações do canteiro de obras e acessos necessários para as operações de montagem e construção da fábrica. Esperamos em breve receber receber a LI (licença ambiental)”, comentou Mario.

O início de produção da planta está estimado para o período de janeiro / março de 2017. O volume de fabricação da primeira etapa do empreendimento será de 240 a 250 mil m³ de MDF.

A mobilização das empresas da construção civil será em meados de novembro de 2015 à abril de 2016 quando as operações de construção civil e as montagens eletromecânicas se encontram. Serão em média 850 funcionários trabalhando na obra.

“Estamos neste momento, realizando o processo de licitação dos fornecedores para as obras civis, segundo o diretor industrial.

Observou também, que a grande maioria da mão de obra mais básica, será contratada em Água Clara ou região e caso seja necessário trazer de outra localidade. Mesmo no caso da mão de obra qualificada tentaremos priorizar a cidade.

A Asperbras está trabalhando em conjunto com a prefeitura e demais autoridades da cidade para que o município não seja impactado negativamente durante a fase de construção. “A nossa intenção é tentar minimizar qualquer impacto social negativo. O prefeito Silas José e sua equipe estão trabalhando fortemente nas ações preventivas necessárias para que não ocorram transtornos, mas uma obra desse porte poderá trazer algum inconveniente à sociedade. Por esta razão estamos atentos e nossa intenção e esforço é levar o desenvolvimento à comunidade da Água Clara”, comentou Mario Gavinho. Fonte Perfillnews.