FHC FOI ALERTADO DE ESCÂNDALO DA PETROBRAS EM 1996

Operação Lava Jato

fhcDezoito anos antes do início das investigações da Operação Lava Jato, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) chegou a ser alertado de que a Petrobras era palco de um escândalo de corrupção. A informação é revelada pelo próprio ex-presidente da República no livro “Diários da Presidência – volume 1″, que será lançado no próximo dia 29.

Segundo o relato, narrado pelo jornal O Globo, a informação foi repassada a FHC por Benjamin Steinbruch, dono da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), no dia 16 de outubro de 1996 – portanto, 18 anos antes da deflagração da primeira fase da Lava Jato, que descobriu o esquema de corrupção na estatal. Steinbruch foi nomeado pelo tucano para participar do conselho de administração da estatal. 

“Eu queria ouvi-lo sobre a Petrobras. Ele me disse que a Petrobras é um escândalo”, afirma o ex-presidente no livro, feito com base em gravações feitas pelo tucano à época.

No texto, FHC sugere que o Orlando Galvão Filho, que foi presidente da BR Distribuidora e diretor financeira da Petrobras, era quem “manobrava” o esquema.

“Acho que é preciso intervir na Petrobras. O problema é que eu não quero mexer antes da aprovação da lei de regulamentação do petróleo pelo Congresso, e também tenho que ter pessoas competentes para botar lá”, afirmou. Fone Exame.com