EX-PREFEITO É PERSEGUIDO E EXECUTADO COM TIROS NA CABEÇA EM FRENTE AO DETRAN

Crime na Fronteira

oscar goldoniO ex-prefeito de Ponta Porã, ex-deputado estadual, federal e empresário, Oscar Goldoni, 66 anos, foi executado com cinco tiros de fuzil e de pistola na cabeça. O crime aconteceu por volta das 11h40min desta terça-feira (15), em frente ao prédio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que fica na Rua Vicente de Azambuja, Bairro São Domingos, em Ponta Porã.

De acordo com equipe do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Oscar foi surpreendido por pistoleiros, que estavam em um veículo e usaram fuzis calibre .556 e pistolas .9 milímetros.

Testemunhas relataram que a vítima foi perseguida pelos assassinos e cercada em frente ao Detran. Quando desceu de sua caminhonete, carregada com folha de telha eternit, foi executado com cinco tiros na cabeça. Os assassinos fugiram.

O ex-prefeito de Ponta Porã (MS), Oscar Goldoni, efetuou ao menos 11 disparos contra os pistoleiros que o assassinaram, no fim da manhã desta terça-feira (15).. A informação é do delegado responsável pelo caso, Jarley Inácio de Souza, que levantou a hipótese de um dos suspeitos estar baleado. Segundo ele, dois homens chegaram em um carro e dispararam contra Goldoni com tiros de fuzil .556 e pistola .9 mm.

“Temos algumas linhas de investigação, mas não podemos passar no primeiro momento para não atrapalhar as investigações. Ele era uma pessoa pública, que tinha comércio, muitos amigos e muitos inimigos. Temos que averiguar todas as situações”, declarou o delegado.

Oscar Goldini era dono do Alambique da Cachaça Vô Kiko, das empresas Junior Cerealista, Junior Transportes, Óleo Junior e era criador de suínos, em Ponta Porã. Fonte Correio do Estado.