Empresários liberam a BR-262, na barragem de Jupiá

Empresários que foram lesados pela UFN3, subsidiária da Petrobras,   que amargam prejuízos de aproximadamente R$ 20 milhões, acabam de liberar o trecho no quilômetro zero da BR-262, em cima da barragem da Usina de Jupiá. O protesto teve início às 5 horas desta segunda-feira (19) e terminou às 11 horas (horário de MS). Participaram cerca de 40 empresários.

Segundo o comando do grupo que promoveu o protesto, várias reuniões foram feitas com a direção nacional da Petrobrás, tentando que a estatal assuma as dívidas das empresas que compunham o Consórcio UFN3 – Galvão Engenharia e a chinesa Sinopec – e pague os fornecedores de serviços e equipamentos para que elas pudesse seguir com as obras da edificação da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) em Três Lagoas, mas não houve resultado satisfatório.

Após decidirem pela liberação do tráfego na rodovia, que teve congestionamento de cerca de seis quilômetros em ambos os lados (SP e MS), os empresários resolveram marcar uma reunião, às 17 horas, na Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL), para averiguar a possibilidade de outro protesto, com paralisação de tráfego de veículos, em outro trecho de rodovia. Fonte Perfilnews.com