CORRUPÇÃO EM MS VOLTA A ESTAMPAR MANCHETES NACIONAIS

Cadê o Dinheiro que estava aqui?

Não demorou muito para Mato Grosso do Sul voltar a estampar as manchetes de jornais nacionais. Ontem, o principal programa global de domingo, o Fantástico, exibiu reportagem completa sobre esquemas de fraudes e corrupção em Camapuã. Na semana passada, o Gaeco apreendeu documentos no município, pela segunda vez no ano.

Durante mais de 7 minutos, a reportagem denunciou contratos falsos, empresas de fachadas, esquemas de fraudes combinados por telefone e o famoso caso da chuva. A tempestade justificada pela prefeitura, e que nomeou a operação do Gaeco, foi o tema central da matéria. Por várias vezes, as autoridades citadas no caso foram convidadas a se pronunciar, mas não o fizeram.

Se as autoridades judiciárias e policiais levassem a sério os processos que correm contra políticos de Água Clara, não seria diferente. São ações por improbidade administrativa cometida por várias autoridades do presente e do passado, que vai desde superfaturamento em licitações, cartas marcadas, serviços pagos e não executados, mas a lentidão da justiça acaba sempre beneficiando o réu.

Para se ter ideia um dos processos envolvem todos os vereadores que exerceram cargos até 2012. Somente os sete vereadores novos, eleitos em 2012, não estão envolvidos, os demais são acusados de irregularidades, espacialmente na farra das diárias, teve diária paga até em feriado e recesso parlamentar. É sempre quem paga a conta é o povo.