COM TORTA DE PEQUI, MERENDEIRA DE MS CONCORRE A PRÊMIO NACIONAL

Cozinheira poderá receber R$ 5 mil, além de uma viagem internacional

Cozinheira poderá receber R$ 5 mil à cozinheira, além de uma viagem internacional
Cozinheira poderá receber R$ 5 mil à cozinheira, além de uma viagem internacional

A merendeira Ambrosina Crisóstomo da Silva, de 39 anos, concorre ao prêmio nacional de Melhores Receitas da Alimentacão Escolar, do Ministério da Educação, com o Fundo de Desenvolvimento da Educação, por incluir no cardápio escolar, a torta de pequi, que possui ricos níveis nutritivos. A cozinheira poderá receber R$ 5 mil, além de uma viagem internacional. Os vencedores serão anunciados no dia 18 de dezembro, em Brasília (DF).

Ambrosina contou com o apoio de duas profissionais, a nutricionista Ivete Coelho de Souza, e a diretora da Escola Municipal, Elenice Fátima Custódio da Silva. Elas contam que o pequi é muito comum na região e que a estratégia é conciliar um produto saudável, nutritivo e barato, em época de safra.

“Além de possuir um óleo altamente nutritivo, antioxidante e anti-inflamatório, é um fruto que possui ácidos graxos monoinsaturados, que faz bem ao coração, semelhante aos óleos encontrados em azeite e nozes. Nossas crianças merecem o melhor da alimentação e, com essa torta, ainda valorizamos nossa cultura”, enfatiza Ivete.

Ambrosina, que nasceu em Figueirão, quando ainda era um distrito de Camapuã, alega quase nunca ter saído da região, não contava que o pequi poderia dar a chance de concorrer uma viagem internacional.

“Mal saí de Figueirão e agora tenho a chance de ir para fora do país, vai ser muito bom. E tudo isso por conta de um fruto que as crianças daqui adoram, a ponto de algumas ficarem em baixo do pé, esperando cair. E uma coisa é certa, a torta ficou deliciosa”, já comemora a merendeira. O concurso conta com a fase eliminatória, etapa estadual, regional e nacional. Fonte Correio do Estado.