CIDADES BATEM RECORDE DE CHUVA EM ATÉ 108%, EM NOVEMBRO

Segundo dados do Cemtec, quatro municípios ultrapassaram a média histórica do mês

Dados do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec-MS), divulgados nesta quarta-feira (25), mostram que quatro municípios da região sul do Estado ultrapassaram a média de chuva esperada para o mês de novembro, especialmente depois da precipitação da madrugada de ontem (24), que causou diversos estragos na região.

Conforme os dados, entre ontem (24) e hoje (25), choveu 42,6 mm no município de Sete Quedas, totalizando 367 milímetros no mês. Esse volume é 98% acima da média histórica, de 185,4 mm.

Em Itaquiraí, o acumulado das chuvas é de 330,4 mm, o que representa 108,6% acima da média histórica registrada no período. 

O volume pluviométrico já ultrapassou em 63% a média histórica do mês em Amambai, cidade a 342 km de Campo Grande.

Na cidade de Juti, o volume de chuva acumulado neste mês é de 256,4 mm, 47% acima do histórico do período.

OS ESTRAGOS 

Ao menos oito cidades localizadas no sul do Estado tiveram estragos em decorrência das chuvas intensas que atingiram a região na terça-feira (24). Segundo informações da Defesa Civil Estadual, só em Amambai, 500 casas, situadas na área rural, foram inundadas. Outras 12 ficaram destelhadas.

Em Tacuru, teve registro de erosão na MS-160, onde da pista foi levada pela água em trecho de acesso a interligação rodoviária com Amambai e Iguatemi. Fonte Correio do Estado