CAMPO-GRANDENSE ESTÁ ENTRE PRESOS EM AÇÃO CONTRA TERRORISMO NAS OLIMPÍADAS

Um dos 10 detidos por suspeita de atividade terrorista na Operação Hashtag é descendente de família libanesa e nasceu em Campo Grande (MS). Eles foram transferidos na madrugada desta sexta-feira (22) para o Presídio Federal da capital sul-mato-grossense.

O estudante de engenharia mecânica Leonid El Kadri vive em Campos de Júlio (MT) e já cumpriu pena de 18 anos e oito meses por homicídio e roubo qualificado na Justiça de Tocantins. Atualmente, segundo perfis que ele mantinha nas redes sociais, trabalhava como mecânico agrônomo na empresa Agropecuária Morocó, e está divorciado.

De acordo com informações do próprio Leonid em sua antiga conta no Orkut, ele é neto de libaneses. “Meu sobrenome remota do meu avô, Mohamad Abdul Hamid El Kadri, natural de Hafid – Líbado”, diz o mecânico em uma postagem de 2008.

Uma reportagem da revista Veja afirma que, nos grupos em que a suposta célula do Estado Islâmico se articulava, ele utilizava o codinome ‘Abu Khaled’. Os grupos no Telegram e Whatsapp, de acordo com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, eram formados por pessoas que juraram lealdade à organização jihadista utilizando a internet. Fonte Midiamax.