CADA VEZ MAIS MULHERES RECORREM À PLÁSTICAS APÓS O PARTO

Saúde da Mulher

Número de mulheres que fazem plásticas após o parto não para de crescer
Número de mulheres que fazem plásticas após o parto não para de crescer

A gravidez é um dos momentos mais esperados na vida das mulheres, marcado por mudanças no dia a dia e, principalmente, no corpo das futuras mamães. Porém, após o nascimento do bebê, os quilinhos a mais, a flacidez e a gordura localizada podem permanecer, tirando o sono das progenitoras.

Segundo a cirurgiã plástica Cristiane Todeschini, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plásticas-RJ, toda mulher sonha em manter o mesmo corpinho de antes da gravidez. “A gestação é uma fase marcada por inúmeras transformações no corpo. Por isso, muitas acham que a única solução é fazer cirurgias plásticas. A ditadura social impõe que a “magreza” é o padrão de beleza. Isso pode afetar a auto-estima da mamãe, que teve o seu bebê e está amamentando. As cirurgias plásticas, entretanto, não devem ser feitas logo após o parto, quando a mulher está em fase de regressão do inchaço natural da gravidez e sob efeito de alterações hormonais, com o corpo voltando ao seu estado natural” diz a médica, lembrando, por exemplo, que uma lipoaspiração só poderá ser realizada em torno de um ano após o parto e a colocação de prótese mamária só depois de oito meses e fora do período de amamentação.

Leia abaixo entrevista com a especialista e tire todas as dúvidas sobre os procedimentos pós-parto:

1- Quanto tempo após o parto a mulher pode se submeter a uma cirurgia plástica?

O nascimento de um filho exige muito da mulher. É uma fase de renúncia em que, na maioria dos casos, as atenções se voltam para o bebê e a mulher fica um pouco de lado, dando lugar ao lado mãe. Normalmente o corpo da mulher volta mais ou menos ao que era após 1 ano do parto. Depois deste tempo já é possível consultar um cirurgião plástico, vislumbrando uma mudança cirúrgica. É claro que o tempo vai depender da magnitude da cirurgia proposta e das condições clínicas da paciente.

2- Quem faz cesariana pode solicitar a ajuda de um cirurgião plástico “para fechar o corte?

O fechamento da incisão da cesariana pode ser feito por um cirurgião plástico, desde que haja anuência do obstetra. Mas é importante não confundir o fechamento da incisão com a “puxadinha” na pele do abdômen. Não é recomendado retirar pele abdominal no momento da cesariana. Esta pele tem um tempo para retrair, que deve ser respeitado. Após um ano, havendo excedente de pele, é possível removê-lo sem problemas.

3- É comum receber pacientes que desejam lançar mão da plástica pouco tempo após o parto?

Na minha prática clínica isto não é comum. Nos primeiros meses após o parto a paciente está envolvida com os cuidados com o bebê, as visitas ao pediatra, as intermináveis vacinas e costuma esquecer um pouco de si. Normalmente elas costumam a vir para consultar após o sexto mês, quando já está mais adaptada à rotina do bebê.

4- Existe um prazo mínimo para a paciente operar depois de dar a luz?

Normalmente eu indico cirurgia após um ano do parto.

5- Depois da gravidez quais as cirurgias mais procuradas?

Em primeiro lugar está a mastoplastia, que pode ser para aumentar as mamas (mastoplastia de aumento), diminuir as mamas (mastoplastia redutora) ou levantá-las (mastopexia). Depois vem a lipoaspiração que pode ser acompanhada ou não de retirada de um fuso de pele pela cicatriz da cesariana. A abdominoplastia fica reservada a pacientes que aumentaram muito de peso durante a gestação ou que iniciaram a gestação já acima do peso, e como consequência tiveram a musculatura abdominal afastada (diástase), e um grande excedente de pele.

6- Entre os procedimentos mais procurados no pós-parto, sabemos que está a correção da mama, que pode apresentar flacidez por conta do grande aumento e diminuição de tamanho em um curto espaço de tempo. Além de corrigir a incômoda sensação de “queda”, os cirurgiões recebem com frequência mulheres que querem realizar implante de silicone após experimentar volume maior dos seios. Esse é o caso da apresentadora Xuxa e de várias outras celebridades. Quanto tempo depois da amamentação este tipo de plástica pode ser realizada?

Com relação à cirurgia das mamas inúmeras variantes devem ser levadas em consideração. O tempo após a amamentação é apenas um deles. Geralmente recomendo a cirurgia 6 meses após o término da amamentação. Um outro fator que deve ser levado em conta é se a mãe possui ajuda para cuidar de seu filho, já que a mesma não deverá pegar peso por 30 dias após o procedimento e isto inclui a criança. Fonte JB.