CACHORRA ENFRENTA COBRA VENENOSA PARA PROTEGER FAMÍLIA

Campo Grande/MS

Belinha e a cobra Jararaca
Belinha e a cobra Jararaca

Belinha, uma cachorrinha de quatro anos, lutou com uma cobra jararaca para defender uma família em Campo Grande. “Se não fosse a Belinha, a cobra poderia ter atacado eu ou meu filho”, conta Patrícia dos Santos Camargo, de 28 anos, que trabalha no setor de limpeza de uma escola e mora com o marido e o filho, de 2 anos.

A dona da cachorrinha relata que chegou em casa, no Jardim São Conrado, por volta das 20h desta quinta-feira, e viu o animal agindo de forma estranha. “Parecia que ela estava avisando para não chegar perto da grama, pensei que fosse uma lagartixa ou barata”, relata.

Ainda conforme Patrícia, a família entrou na casa normalmente. Mais tarde, ao sair para o quintal para colocar roupas na máquina de lavar, a mulher presenciou a cena. “Quando olhei a cobra estava grudada na testa dela [Belinha], e voltou para a grama. A Belinha veio correndo em minha direção, toda ensanguentada”, disse Patrícia, relatando que entrou em desespero. “Comecei a chorar e gritar pelo meu marido. Peguei a Belinha e comecei a limpá-la”

O marido e o irmão de Patrícia, que mora do outro lado da rua, pegaram uma lanterna e encontraram a cobra, pronta para dar outro bote. “Acionamos os bombeiros, que colocaram a cobra num recipiente e a levamos, junto com a Belinha, para o veterinário”, conta Patrícia.

A veterinária se surpreendeu pelo fato da cachorrinha estar viva e disse que “com a picada que recebeu era para ter morrido na hora”, pois trata-se de uma jararaca (cobra venenosa) de um metro de comprimento. “Cheguei em casa, chorei muito e agradeci a Deus por ter livrado eu e meu filho, pois se não fosse a Belinha, ele poderia ter sido atacado pela cobra”, desabafa Patrícia.

Agora, Belinha está em observação. “A visitei hoje e me disseram que o estado dela é estável e que pode receber alta em breve”, contou Patrícia, aliviada.

Depois deste ato de bravura, a guerreira Belinha, como está sendo chamada, será recebida com muitos mimos e carinho, garante a dona, que pegou o animal para cuidar desde filhotinho. Fonte: Correio do Estado – Gabriel Maymone.