AVANÇO DE ASSOREAMENTO AMEAÇA ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Meio Ambiente

Divisão entre parte assoreada e a que ainda está saudável é perceptível (Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado)
Divisão entre parte assoreada e a que ainda está saudável é perceptível (Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado)

Com o avanço no assoreamento do córrego Guariroba, responsável por 40% do abastecimento de água de Campo Grande e também a ameaça sobre o córrego Lajeado, que responde por 17% dessa demanda, especialistas alertam para o risco de a Capital sofrer desabastecimento de água no futuro. Isso, se medidas que possam reduzir os danos não forem adotadas com rigor. 

Atualmente, a Bacia do Guariroba, além de ter, em seu entorno, dezenas de propriedades rurais, também teve sua vazão reduzida durante os anos, a qual, hoje, é de cerca de cinco mil litros de água por segundo. Em anos anteriores, essa vazão era maior, segundo ambientalistas e pesquisadores.

Já a Bacia do Lajeado abriga propriedades que exercem atividades irregulares como aquicultura e suinocultura em sua Área de Preservação Ambiental (APA). Fonte correio do Estado.