ASSOMASUL TEM NOVA DIRETORIA COM PSDB E PT JUNTOS

Foi eleita nesta sexte-feira (16) a nova diretoria da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Juvenal Neto, prefeito de Nova Alvorada do Sul, foi eleito presidente, e o petista, Erney Cunha Barbosa, prefeito de Jardim, como vice-presidente.

“Vamos unir esforços em três pontos principais, aumentar o diálogo com o Governo Federal para recuperar o repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), com o governo estadual sobre a questão da distribuição do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e a discussão do custeio do transporte escolar”, declarou o Erney.

Juvenal Neto já apresentou um cronograma de encontros com o governador Reinaldo Azambuja, com parlamentares, estaduais e federais, e com a própria CNM (Confederação Nacional dos Municípios). Ele também prometeu se esforçar para trazer de voltas os únicos dois prefeitos que não integram a entidade, Waldeli Rosa (PR), de Costa Rica, e Jun Iti Hada (PMDB), de Bodoquena.

Voltando a assumir papel de protagonista do PT em Mato Grosso do Sul, o deputado federal e ex-governador Zeca do PT, não gostou da decisão de 11 dos 14 prefeitos do partido no Estado em apoiar e integrar a chapa de consenso da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), encabeçada pelo PSDB.

“Entendo isso como uma grave agressão a autoridade partidária, um gesto claro de desmoralização da executiva, vou propor ao diretório estadual na próxima reunião do dia 28 de fevereiro, punição exemplar a todos aqueles prefeitos que afrontaram a resolução tomada pela executiva estadual”, disse Zeca.