ÁGUA DE LAGOA CRISTALINA É POTÁVEL, APONTA LAUDO PRELIMINAR

Corumbá/MS

Análise de água foi feita pela Sanesul, mas outros resultados de amostras são aguardados. (Foto: Anderson Gallo / Diário Corumbaense)
Análise de água foi feita pela Sanesul, mas outros resultados de amostras são aguardados. (Foto: Anderson Gallo / Diário Corumbaense)

A água da lagoa cristalina descoberta no início de julho no assentamento São Gabriel, em Corumbá, é potável, segundo um laudo técnico emitido pela Sanesul, concessionária de água no município. As características e propriedades da amostra da água da lagoa apontam que o líquido é apropriado para consumo humano. O resultado saiu nesta segunda-feira (13).

“O laudo preliminar da Sanesul indica ser potável a água encontrada durante obras da Prefeitura no assentamento São Gabriel. Aguardamos nos próximos dias o estudo da Embrapa Pantanal, para que tenhamos a certeza absoluta da qualidade da água no local”, afirmou ao Diário Corumbaense, Pedro Luís de Souza Lacerda, secretário municipal de Produção Rural.

De acordo com o laudo preliminar, a água do assentamento apresentou índice de 250 miligramas por litro de carbonato de cálcio, o que a torna própria para consumo, pois o índice apontado pelo Ministério da Saúde é de até 500 miligramas por litro. A alcalinidade é de média de 312 gramas por litro e o Ph é de 8,8, tudo dentro dos parâmetros do Ministério da Saúde, sendo assim, potável.

“Apesar deste laudo preliminar, o prefeito Paulo Duarte pediu que os estudos fossem aprofundados, para identificação de mais nitritos, nitratos, carbonatos, para que no futuro possamos fazer uma mini-estação de tratamento para que a população receba uma água adequadamente tratada”, afirmou Lacerda.

De acordo com o site Diário Online, o local ainda não foi cercado, a Prefeitura está levantando mais informações e dados da área para elaborar licitação a fim de proteger, cercar o espaço, de acordo com as legislações pertinentes.

“O volume de água está aumentando a cada dia, o que deixa a todos alegres e esperançosos. O próximo passo na região está a cargo da Fundação do Meio Ambiente, que aprofundará os quatro olhos de água que há no local para que a captação seja melhor e depois, a proteção sobre a boca, para que ocorra uma melhor vazão, dutos, é claro, com estudo e seguindo todos os critérios legais”, concluiu o secretário.

DESCOBERTA

No início de julho, durante trabalho de recuperação das vias realizado nesta semana no assentamento São Gabriel, próximo a BR-262, trabalhadores descobriram uma lagoa de água cristalina. A área será cercada por equipes da Secretaria de Produção Rural e da Fundação de Meio Ambiente do município de Corumbá- 417 km de Campo Grande. Fonte Correio do Estado.