AGENTE DA RECEITA FEDERAL É SUSPEITO DE INTEGRAR QUADRILHA DE CONTRABANDISTAS

A polícia não divulgou nomes e está empenhada na ação desde o começo da manhã

Parte da mercadoria apreendida pelos agentes da Receita Federal
Parte da mercadoria apreendida pelos agentes da Receita Federal

Agente da Receita Federal é procurado pela polícia para prestar depoimento sobre suposto envolvimento em forte esquema criminoso de contrabando e descaminho de mercadorias da Bolívia. A busca ocorre durante operação da Polícia Federal, denominada como “Trapo”, desencadeada na manhã desta quinta-feira (3), em Corumbá, Dourados, Campo Grande e estado de São Paulo.

Seis pessoas foram presas, dos 12 mandados que devem ser cumpridos, além de 15 de condução coercitiva e 21 de busca e apreensão.

De acordo com informações policiais, trata-se de uma organização criminosa integrada por brasileiros, bolivianos e equatorianos.

A ação policial ocorre também na capital de São Paulo e cidades de Birigui, Araçatuba, Sorocaba e Penápolis. 110 agentes federais estão emprenhados para cumprimento das ordens da Justiça.

Investigações são feitas desde abril do ano passado. Neste período, foram apreendidas cerca de 20 toneladas de mercadorias, principalmente roupas, cuja carga foi avaliada em R$ 1,7 milhão.

As ordens de cumprimentos de mandados são da 1ª Vara Federal de Corumbá, onde são concentradas as investigações. O funcionário da Receita é de Corumbá e a instituição informou que ele já foi afastado.

 Mais informações serão divulgadas em coletiva de imprensa marcada para o fim da manhã. Fonte Correio do Estado.