AFASTADO, EDUARDO CUNHA RENUNCIA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Afastado da presidência da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha (PMDB) renunciou ao mandato, no fim da manhã de hoje. Na carta lida aos jornalistas, Cunha disse que deixaria o cargo depois de cumprir 17 meses do mandato.

Durante leitura do texto que justificou a decisão, o deputado se emocionou e agradeceu apoio de aliados e familiares.

Ontem, o deputado e pastor Ronaldo Fonseca (Pros-DF), relator do recurso apresentado pelo peemedebista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, acatou um dos 16 pedidos de Cunha e recomendou, em parecer, uma nova votação no Conselho de Ética, que aprovou a cassação do mandato do parlamentar por ele ter mentido no Congresso ao negar que tinha contas secretas no exterior, aumentando ainda mais a pressão para que ele anuncie a renúncia. Fonte G1/Correio do Estado.